Te garanto, apesar da carinha de tranquilidade posso ficar bem brava as vezes!! 

               Algumas pessoas estranham quando falo assim, pois dizem que passo uma paz e uma tranquilidade que chega parecer que estou no caminho da iniciação para ser Monja. 

                   Agradeço muito o carinho e o fato de poder levar um pouco de Paz e Tranquilidade `as pessoas, mas posso garantir que estou do outro lado da ponte que leva ao caminho para, sabe-se lá, um dia me tornar Monja! 

                Sou tão igual a vocês que podemos nos confundir por ai, a única coisa é que tenho caminhado pelas estradas do Desenvolvimento Humano há um tempinho (mais ou menos uns 25 anos), assim, acho que dá para evitar de sair por ai socando as pessoas e mandá-las `a merda muitas vezes (embora confesso, pode ser libertador)! 

                  Mas hoje, vendo as notícias de Brumadinho não consigo e nem quero segurar minha vontade de dar um soco muito bem dado na cara de alguém. Daí pergunto, em alto e bom tom: ” Mas que merda é essa”? Que desastre ambiental? Foi crime ambiental!!! E mais do que isso, foi uma demonstração da triste realidade em que vivemos, onde o Ser Humano só passa a ter valor se puder gerar algum lucro para alguém ou alguma empresa, caso contrário, será tratado como mais uma coisa pelo caminho ou um “efeito colateral de grandes catástrofes”!! 

                        E ai pergunto de novo:” Mais que Merda é essa”? Será que não vamos evoluir nunca? Vai ser sempre isso? Poder atrás de poder? Crime atrás de crime? Vidas destruídas, despresadas, ignoradas e tá tudo bem? Vê sê não é para sentir vontade de socar alguém? 

                         Aaaaaaa, mas ai vem um ” individuo ” e diz: não podemos agir assim, precisamos “dialogar civilizadamente”! E daí eu pergunto novamente: “Mas que merda é essa”? Você gostaria de que alguém se sentasse “civilizadamente” na sua frente e tentasse “civilizadamente” te explicar que o que aconteceu com alguém (hoje morto) da sua família foi um “civilizado” acidente da natureza? 

                         Aí, a única coisa a fazer é passar para a fase dois dos xingamentos: PQP!!!!              

          Nós não queremos mais “conversas civilizadas”; demonstrações de Projetos de Lei; novo “enquadramento no quadro das ilicitudes penais” ; ou seja lá que outra tentativa de enganação for!! Nós queremos e precisamos de RESPEITO, EMPATIA, CONSIDERAÇÃO, ATITUDES QUE POSSAM GERAR UMA VIDA DIGNA!! E ISSO É O MÍNIMO!!