Após uma longa caminhada, cheguei em frente ao meu quarto. Bom, na verdade, era uma casa com varios quartos que possuiam varias bicamas. Um lugar muito gostoso e interessante. Entrei. Coloquei minha mala enorme sobre uma bancada próxima `a cama e fiquei sentada por um tempo, apenas tentando colocar os pensamentos no lugar, enquanto minha mente perguntava:” e agora? Você dirigiu por seis horas para um lugar que não conhecia e vai ficar em um quarto com mais cinco pessoas que também não conhece. E isso vai te ajudar a sair de uma depressão?” 

Antes que minha mente continuasse a me incomodar, minhas novas amigas entram no quarto, e um sorriso enorme apareceu nos meus lábios, ao mesmos tempo em que enviava uma mensagem para minha mente: “tá vendo, não serão cinco pessoas desconhecidas”. 

Começamos a tirar algumas coisas da mala enquanto conversavamos. O tempo passou calmamente até que chegou o momento de jantarmos. Juntas fomos ao local onde as refeições eram servidas e uma sensação muito agradável me acompanhava conforme caminhavamos. Havia um forte sentimento de esperança de que tudo isso valeria a pena. 

A comida era maravilhosa, e embora, ainda estivesse na “minha bolha emocional” durante o jantar conversei com algumas pessoas muito interessantes e simpáticas. Ao final do jantar, uma pessoa veio nos informar que acordaríamos cedo, `as 6:00 horas, para meditarmos, fazermos yoga e depois tomar o café da manhã. 

Cansada, fui para meu quarto, e sem me importar com quantas pessoas haviam lá, adormeci…

(continua…)